Qui - 19/04
28º 20º 06:39
Guaíra - SP

Bandidos se passam por agentes de saúde e furtam residências de idosos

Governo esclarece que agentes não aferem pressão e que procedimento só é realizado dentro da casa dos guairenses por solicitação dos mesmos, através de um enfermeiros ou médico. Autoridades pedem para que cidadãos não abram o portão a estranhos

Cidade
Guaíra, 9 de Janeiro de 2018 - 10h04

São mais de dois casos apenas na última semana. Duas pessoas estão passando pelas residências de guairenses idosos, fingindo ser agentes de saúde e pedindo para entrar e fazer aferição de pressão, entre outros procedimentos. Enquanto distraem as vítimas, um terceiro indivíduo invade a casa e furta objetos e dinheiro.

O caso aconteceu com um casal de aposentados no final da semana passada. Eles haviam acabado de retirar a aposentadoria do banco e receberam a “visita domiciliar” de falsos agentes, que trajavam jalecos brancos. Enquanto os suspeitos “aferiam a pressão”, outra pessoa adentrou a casa e conseguiu levar todo o dinheiro dos idosos, que estava dentro do quarto deles. Os bandidos só não levaram mais, porque uma das vítimas suspeitou e mandou-os embora.

Em outro caso, uma senhora atendeu gentilmente os “agentes”, mas reparou, através de sua janela, que havia uma terceira pessoa invadindo sua casa. Ela correu e gritou por socorro, assustando os assaltantes, que fugiram sem levar muita coisa.

Como nem todos os cidadãos registram boletim de ocorrência na delegacia, o trabalho dos policiais fica mais difícil, mas eles pedem para que os guairenses não abram o portão para qualquer pessoa, mantenham suas portas trancadas, peçam a identificação caso seja algum profissional de saúde e tirem dúvidas ligando para as unidades básicas e questionando sobre seus funcionários.

A Secretaria de Saúde também informa que os agentes de saúdenão entram nas casas dos cadastrados das USFs (Unidades de Saúde da Família). “Eles são responsáveis em visitas domiciliares paraexplicações e orientações aos munícipes sobre campanhas preventivas de saúde visando melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Também são responsáveis pelo preenchimento de formulário, entrega de pedidos e resultados de exames, controle de criadouros do mosquito da Dengue, etc.”, avisa.

O governo também destaca que os servidores,para maior segurança, estão identificados com crachá e uniformes e que não fazem aferições de pressão arterial. “Esses procedimentos são realizados apenas por enfermeiros a pedido do paciente ou pelo próprio médico da família, solicitados pelo morador para ser atendido em sua residência”, completa.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos