Qua - 18/07
28º 16º 00:07
Guaíra - SP

CDHU quer assinar convênio com Guaíra até junho

Geral
Guaíra, 10 de Março de 2016 - 09h23

As casas não foram construídas antes por falta de documentação da prefeitura junto à CDHU, o que foi confirmado neste início de 2016. É preciso essencialmente que haja desativação de lagoas de tratamento de esgoto próximas ao futuro novo bairro

 

Os vereadores José Natal e Dra Bia ao lado do Deputado Roberto Engler e do assessor Edvaldo Morais

Os vereadores José Natal e Dra Bia ao lado do Deputado Roberto Engler e do assessor Edvaldo Morais

 

Os vereadores Ana Beatriz Coscrato Junqueira, Dra Bia Junqueira, e José Natal Pereira, acompanhados do assessor parlamentar Edvaldo Donisete de Morais, reuniram-se com o Deputado Estadual Roberto Engler, para obterem informações sobre o convênio entre prefeitura e a Companhia do Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) para a construção de 232 casas populares em Guaíra.

Foi esclarecido que a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) quer assinar, até junho, uma série de convênios para a construção de casas em municípios do interior e Guaíra deve ser uma das cidades beneficiadas. A informação foi obtida pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB) junto ao presidente da companhia, Marcos Penido.

O parlamentar conversou com Penido na última semana e confirmou que a Prefeitura de Guaíra completou o envio de todos os documentos necessários para a celebração do convênio. “A confirmação da data exata da celebração da parceria deve ocorrer nos próximos dias, mas a intenção é que Guaíra esteja entre as cidades beneficiadas”, revelou o deputado Roberto Engler.

A expectativa é que a CDHU colabore com o município na construção de 232 moradias. O município também deve ser beneficiado com subsídio oferecido pelo Governo do Estado para a aquisição da área para as casas. No caso de Guaíra, R$ 400 mil (repasse de R$ 2 mil por lote, limitado a 200 lotes) devem ser reembolsados. Outros cerca de R$ 140 mil devem ser liberados pelo Governo do Estado, quando as obras começarem, para arcar com custos de projeto das moradias.

As unidades habitacionais devem seguir o padrão da CDHU, com: entre 40 e 50 metros quadrados de área útil, com sala, cozinha, banheiro, dois dormitórios, esquadrias em alumínio e aquecimento solar, entre outras características.

Algumas adequações nas redondezas do conjunto habitacional devem ser realizadas pelo município até que as casas estejam prontas. É preciso essencialmente que haja desativação de lagoas de tratamento de esgoto próximas ao futuro novo bairro.

A construção das casas pode ser iniciada sem que essas obras sejam executadas, no entanto, a entrega das unidades habitacionais à população não poderá ser realizada sem que esses o problema esteja resolvido.

GARANTIA DAS CASAS

No início deste mandato, já no ano de 2013, o Governo do Estado confirmou conquista de 232 casas para o município de Guaíra, dependendo apenas da prefeitura disponibilizar toda a documentação necessária da área a ser destinada para a construção das moradias pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU).

Em recente comentário, o prefeito Sérgio de Mello disse que agora só dependeria do Governo do Estado de São Paulo para a construção das casas. Porém, diante das informações obtidas pelo Deputado Estadual Roberto Engler, ficou confirmado que em nenhum momento houve atravancamento por parte do Estado, dependendo apenas de ações e documentações a serem apresentadas pelo município junto à CDHU.

DALVA LELIS

Melhorias na Escola Estadual Dalva Lélis Garcia Prado, em Guaíra, estão em fase adiantada. Por solicitação do deputado estadual Roberto Engler, o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria Estadual de Educação, está investindo cerca de R$ 270 mil em reformas.

Há mais de três anos, o parlamentar se esforça para a construção de nova sala de leitura e nova sala multimídia na unidade escolar. Adequações nas duas salas estão sendo executadas, somadas a outras melhorias no pátio (piso e cobertura), na cozinha e na dispensa, na sala do Programa Acessa Escola e na passarela coberta para acesso à quadra.

O deputado Roberto Engler iniciou sua articulação para obter as melhorias depois de ser procurado diretamente por alunos da Escola Dalva Lélis, que solicitaram especialmente as duas salas, de leitura e multimídia.

“Vários passos foram necessários para que pudéssemos confirmar essa realização e o que me chama mais a atenção nesse caso é justamente o envolvimento dos alunos, que deram uma lição de cidadania, na busca por algo que enxergavam ser necessário para a sua própria escola e seus colegas estudantes”, ressaltou o deputado estadual Roberto Engler.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos