Sex - 17/08
28º 16º 00:19
Guaíra - SP

Celebração aos 80 anos do Asilo emociona convidados

Recordações, estampadas em jornais antigos, revistas e até mesmo vídeos, fizeram com que cada presente pudesse conhecer um pouco da história da entidade

Cidade
Guaíra, 20 de julho de 2018 - 07h30

 

 

 

 

 

 

Na tarde de ontem (19), o Centro de Ação Social Nossa Senhora D’Aparecida (C.A.S.N.S.A) comemorou seu aniversário de 80 anos de vida ao lado de parceiros, amigos, funcionários, diretoria, imprensa e atendidos.

Os convidados passaram uma tarde agradável, com muitas emoções. Recordações, estampadas em jornais antigos, revistas e até mesmo vídeos, fizeram com que cada presente pudesse conhecer um pouco da história do Asilo de Guaíra.

O presidente da entidade, Julio Rodrigues Júnior (Mineiro), em nome de toda a equipe, agradeceu a participação de cada visitante e destacou a importância desse contato com os moradores da instituição. “Agradecemos imensamente à sociedade guairense, responsável pela sobrevivência e desenvolvimento do Asilo. Sem a população de Guaíra, não teríamos o Centro de Ação Social e não seríamos essa referência nacional que conquistamos hoje. É esse contato com a comunidade, esses trabalhos voluntários e as ações sociais que fazem a diferença no nosso trabalho. Obrigado a todos”, disse.

HISTÓRICO

Há 80 anos, especificamente em 19 de julho de 1938, nascia a entidade que hoje é nomeada como Centro de Ação Social Nossa Senhora D’ Aparecida (C.A.S.N.S.A). Naquela época, a instituição, inicialmente destinada a “velhice desamparada” – pois acompanhava o momento histórico apoiado pelos Vicentinos como abrigo São Vicente de Paulo – oferecia auxílio através de pequenas casas ao redor de uma capela, na Rua 20 com Avenida 13.

Nos anos 70, a entidade ficou conhecida como Conferência Nossa Senhora D’ Aparecida e mudou-se para o endereço atual, na Rua 24 n. 330 – proporcionando uma assistência mais digna e segura aos idosos.

Com passar dos anos e as mudanças legais, os espaços destinados à moradia de idosos começaram a ser reconhecidos como “asilos”. Durante grande parte de sua existência, a C.A.S.N.S.A teve um cunho de atendimento caritativo religioso. Entretanto, com as regulamentações da Assistência Social, os serviços tornaram-se mais humanizados.

A grande evolução do Asilo de Guaíra ocorreu em 2003, com a criação do Estatuto do Idoso, que reascendeu a discussão sobre este segmento, formulando normas e regras de funcionamento para o atendimento, que passou a ser conhecido como Instituição de Longa Permanência para Idoso.

Atualmente, o Centro de Ação Social N. S. Aparecida é bem avaliado nacionalmente pelo investimento em sua estrutura física e por acompanhar as necessidades e o desenvolvimento social, evoluindo constantemente na busca de um atendimento digno que inclui, respeita e acolhe a pessoa idosa.

A entidade cresce a cada ano e continua mantendo a qualidade de uma ILPI – Instituição de Longa Permanência para Idosos, com referências e recomendações, mantendo o seu regime residencial para idosos de ambos os sexos.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos