Dom - 27/05
27º 15º 16:31
Guaíra - SP

Cidadão sugere implantação de lixeiras de coleta seletiva pelo município

Geral
Guaíra, 14 de Maio de 2017 - 16h07

Segundo Flavio Tavares, o intuito é colocar em prática os ensinamentos da educação ambiental

Na última semana, o guairense Flavio Tavares enviou uma sugestão de projeto de lei para a presidente da Câmara, vereadora Dra. Ana Beatriz Coscrato Junqueira, sobre a possível implantação de lixeiras destinadas à coleta de lixo seletivo de material plástico e orgânico pelo município.

“Acredito que, como cidadão, indicações que contribuam para a melhoria da cidade sejam de grande valia aos vereadores. Assim, sugeri este projeto, o Ecoponto, tendo em vista que as lixeiras públicas que temos já se transformaram no próprio lixo devido à ação do tempo”, diz.

Para Tavares, e preciso criar políticas públicas voltadas para as necessidades da população, adaptando-as ao progresso e inovando para o desenvolvimento sustentável. “Mas, para isso acontecer, é preciso estímulos”, completa.

De acordo com o munícipe, os objetos seriam colocados nos postes de iluminação pública respeitando o limite de um quarteirão de distância entre um e outro, em locais públicos e de grande concentração de pessoas, como os centros comerciais e ruas e avenidas de grande fluxo, além de lugares próximos a estabelecimentos comerciais relacionados ao setor de alimentação.

Segundo documentos, as lixeiras deverão conter orientações gerais de utilização, bem como os descartes que serão aceitos em cada uma, sendo distintas por cor.

“A implantação desses Ecopontos vai muito além do simples gesto de ‘jogar lixo no lixo’. O intuito é colocar em prática os ensinamentos da educação ambiental que, além de deixarem nossa cidade mais bonita e limpa são grande incentivos ao cooperativismo, levando em consideração de que Guaíra disponibiliza esse serviço específico, que é a coleta seletiva. Como toda ação gera uma reação, espero que esse pequeno investimento da prefeitura tenha um impacto positivo e que resulte em uma sociedade mais participativa no quesito limpeza”, conclui Flavio.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos