Sex - 20/07
29º 16º 15:11
Guaíra - SP

Cidade não atinge meta e mantém vacinação contra gripe até dia 15

Grupo das crianças continua sendo o mais preocupante, com apenas 54,35% de cobertura vacinal

Cidade
Guaíra, 13 de junho de 2018 - 15h46

 

 

 

 

 

 

O período de vacinação contra a influenza termina nesta sexta-feira, 15 de junho, e Guaíra ainda não atingiu a meta de 90% de cobertura vacinal nos grupos prioritários. No geral, até o dia 8, foram aplicadas no município 6.515 doses (79 %).

Em fato, o único público-alvo que conseguiu atingir a expectativa foi dos idosos, com 4.209 doses, perfazendo 91,30% dos 4.610 pacientes com 60 anos ou mais, elencados no município pela Direção Regional de Saúde (DRS).

Exceção também para o caso das puérperas (mulheres que deram à luz a pelo menos 45 dias), já que o número previsto pela DRS chegou a 109,20%. “Fato explicado porque muitas mulheres dão à luz e passam do segmento de gestante para puérpera durante a campanha”, afirma a enfermeira da Vigilância Epidemiológica Municipal, Ana Carolina Minoda.

As grávidas também estão abaixo do intento. De 329, apenas 243 foram imunizadas até o dia 8 de junho, atingindo o percentual de 73,86%. No caso dos trabalhadores da saúde, de 818 só 614 tomaram (75,06%). Outro grupo contemplado, dos professores da rede de básica de ensino, dos 364 esperados, 265 se vacinaram (72,80%).

Para Ana Carolina, “é especialmente importante a vacinação desse público-alvo, para evitar complicações futuras, como pneumonia e internações hospitalares. Lembrando que a vacina não provoca gripe em quem tomar a dose, já que é composta apenas de fragmentos do vírus que causam a devida proteção, mas são incapazes de causar a doença”, explica.

Segundo recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde), a vacina de 2018 previne a população alvo contra o vírus Influenza dos tipos A (H1N1), A (H3N2) e B.

Conforme diretriz do Ministério da Saúde, somente casos de gripe grave, caracterizados como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), independentemente do tipo, são de notificação obrigatória no Brasil.  Em 2018, até o momento, foram notificados 458 casos de SRAG no Estado de São Paulo atribuíveis ao vírus Influenza, causador de gripes, e 71 óbitos. No ano de 2017, foram 1.021 casos e 200 óbitos.

A vacina contra gripe é produzida pelo Instituto Butantan, unidade vinculada à Secretaria, que neste ano disponibilizou 60 milhões de doses ao Ministério da Saúde para a realização da campanha em todo o Brasil.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos