Ter - 20/11
26º 19º 18:23
Guaíra - SP

Coach em emagrecimento esclarece dúvidas sobre ansiedade e o ganho de peso

Taissa Lacativa apresenta um dos principais aliados ao controle da ansiedade: a prática regular de atividade física

Cidade
Guaíra, 17 de julho de 2018 - 07h31

 

 

 

 

 

 

 

 

Nesta semana, a terapeuta e coach especializada em emagrecimento, Taissa Lacativa, apresentou pontos esclarecedores sobre a ansiedade e uma da consequências que ela desencadeia: o ganho de peso.

Segundo a profissional, a ansiedade é a maneira do organismo se preparar para momentos de perigo real ou imaginário. “A pessoa ansiosa tem preocupação excessiva, presença de pensamentos negativos e medo sem motivo aparente. Isso, em excesso, pode impedir a perda de peso ou até mesmo influenciar no aumento da gordura corporal, porque nos momentos de estresse e de ansiedade alta há liberação do hormônio cortisol”, explica.

De acordo com Taissa, o estresse gera liberação de adrenalina, que gera energia que será utilizada de maneira positiva ou negativa. “Você irá lutar ou fugir. Hoje não precisamos mais lutar e fugir de animais como milhares de anos atrás, hoje, nossa luta é contra nossos problemas do dia a dia, que geram estresse e faz liberar além da adrenalina o cortisol”, acrescenta.

Para ela, enquanto o estresse e a ansiedade ficam altos, o corpo continua liberando esses hormônios. “O cortisol alto faz com que neurotransmissores da saciedade e do bem estar fiquem baixos, e consequentemente aumenta a sensação de fome. Outra explicação para o ganho de peso é usar a comida, principalmente doces, carboidratos e alimentos ricos em gordura para obter prazer imediato, como um alívio emocional, mesmo que inconsciente”, expõe a coach.

A terapeuta apresenta um dos principais aliados ao controle da ansiedade: a prática regular de atividade física. “Os exercícios estimulam a produção de endorfina, que dá a sensação de prazer e bem estar que contrapõe a ansiedade. Além disso, uma alimentação saudável e equilibrada também é muito importante para o controle do peso e o controle dos sintomas.”

Ao mesmo tempo, Lacativa diz que a pessoa ansiosa também precisar “estar no presente” e tentar evitar a preocupação excessiva com o futuro de forma negativa. “Estar em contato com o presente através de meditação, mentalização guiada e respiração é fundamental para relaxar e consequentemente diminuir a ansiedade, já que o relaxamento é o oposto do estresse. Assim, é possível buscar um equilíbrio. Manter os pensamentos positivos e verificar o que está causando o estresse também são fundamentais para uma vida mais leve e saudável”, finaliza.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos