Qua - 24/10
28º 22º 00:21
Guaíra - SP

Em menos de um ano, ambulância quebra e custará mais de R$ 50 mil aos cofres públicos

Geral
Guaíra, 25 de Maio de 2016 - 10h55

Em julho do ano passado, foram gastos mais de R$ 29 mil com a retífica do veículo. Neste ano, motor precisará ser trocado, o que custará de R$ 45 a R$ 55 mil para a prefeitura

 

 

O motor foi danificado e precisará ser trocado por outro novo, o que custará aproximadamente R$ 50 mil

 

Na última semana, o jornal O Guaíra recebeu uma denúncia de que havia duas ambulâncias do Samu novamente na oficina; uma sem freios e outra com o motor fundido, o mesmo que havia sido consertado em julho do ano passado por R$ 29.389,96.

De acordo com o denunciante: “Uma está com o moto fundido após ter gasto R$ 25 mil com a retífica do motor e outra sem freios porque falaram que é para ir ‘tocando’ assim mesmo”, declarou o guairense, que questionou a prefeitura sobre o serviço realizado em 2015.

Em contato com o chefe do Almoxarifado, José Getulio de Oliveira, foi explicado, através de comprovantes e notas fiscais, que o veículo, desta vez, ficou com o motor completamente comprometido e precisará ser trocado. “Quebrou uma válvula e danificou o motor prejudicando o cabeçote e todo comando de válvula, danificou um pistão e um bloco de cilindro, prejudicando toda a parte do motor. No momento, a ambulância está na oficina aguardando orçamento”, declarou.

Ao somar todas as notas, calcula-se que este veículo de 2011 já onerou dos cofres públicos R$ 48.629,99. Porém, de acordo com Getulio, por ser um carro muito utilizado e com alta quilometragem, é normal ele sofrer reparos e revisões frequentemente.

O chefe do Almoxarifado ainda explicou sobre os gastos do ano passado e ressaltou que não há mais garantia para trocar o motor. “O Serviço feito não ficou em 25 mil reais e sim em 21 mil mais reparos e foi faturado em 15 de julho de 2015 totalizando 10 meses e não 6 meses, não havendo mais a garantia”, destacou.

Agora, além das despesas deste ano, a ambulância precisará trocar o seu motor, o que acarretará em aproximadamente R$ 50 mil. “Ainda precisamos fazer o pregão, mas o valor ficará em torno de R$ 45 a R$ 55 mil, somando o motor mais a mão-de-obra. No momento ela está parada na oficina, mas ressalto que este veículo não ficou um ano estacionado conforme denunciado por algumas pessoas”, completou Getulio.

Quanto ao veículo em conserto por consequência dos freios, o chefe do Almoxarifado afirmou que a ambulância já foi reparada e está rodando normalmente na cidade.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos