Qua - 24/10
28º 22º 01:31
Guaíra - SP

Espetáculos teatrais acontecem no final de março

Geral
Guaíra, 16 de Março de 2016 - 09h07

O Cortiço e O Pequeno Príncipe serão apresentados na Casa de Cultura, nos dias 31/03 e 01/04, respectivamente

Nas próximas semanas, a Casa de Cultura “João Augusto de Mello” será palco de duas peças da Cia Arte Mídia Produções Artísticas, com o elenco: Clarissa Maria Freitas, Daniel Neves, Dario Cardoso e Marcela Galhardo.

O grupo apresenta “O Cortiço” no dia 31 de março, em duas sessões (às 10h30 e às 20h), baseado na obra de Aluísio Azevedo, com adaptação e direção de Daniel Neves; e “O Pequeno Príncipe”, no dia 1º de abril, em três sessões (10h, 14h e às 20h), baseado no clássico livro do escritor francês Antoine Saint-Exupéry.

Os ingressos custam R$30,00 (inteira), R$20,00 (antecipado ou com o bônus do Jornal O Guaíra) e R$15,00 (meia).

Vale ingresso impresso no Jornal O Guaíra

Vale ingresso impresso no Jornal O Guaíra

O cortiço


Na primeira peça, a Cia. Itinerante Atalhos e Retalhos viaja pelas cidades com sua carroça/biblioteca, interpretando a história do romance naturalista brasileiro publicado em 1890. O enredo aborda a exploração e as péssimas condições de vida dos moradores das estalagens ou dos cortiços cariocas do final do século 19.

A história traz como protagonista o comerciante português João Romão; dono de uma venda, uma pedreira e um cortiço, começa a ascender socialmente. Além de sua trajetória, são narrados vários episódios da dura vida dos moradores do local. De acordo com Dario Cardoso, que interpreta o personagem principal, a peça é voltada principalmente a estudantes que estão prestes a fazer vestibular.

 

O Pequeno Príncipe

O espetáculo retrata a história de um menino que vivia sozinho, num planeta do tamanho de uma casa, que tinha três vulcões, dois ativos e um extinto. Tinha também uma flor, uma formosa flor de grande beleza e orgulhosa.

Mas o orgulho da Rosa tirou a tranquilidade do mundo do pequeno príncipe, e o levou a começar uma viagem que o trouxe a Terra, onde encontrou vários personagens a partir dos quais conseguiu descobrir o segredo do que é realmente importante na vida.

A peça retrata uma profunda mudança de valores, ensinando como as pessoas equivocam-se na avaliação das coisas e das pessoas, e como esses julgamentos os levam à solidão. Ajuda as pessoas a perceberem o quanto se entregam às preocupações diárias, se tornando adultos de forma definitiva, esquecendo que um dia foram crianças.
A PRODUTORA
A Mídia Produções Artísticas (Cia. Arte Mídia) atua há mais de 25 anos na área das artes cênicas e da música, trabalhou com importantes nomes do teatro brasileiro, como Paulo Autran, Bibi Ferreira, Raul Cortez, Fernanda Montenegro, Tônia Carrero, entre outros.
A partir de 1990 deu início à produção de espetáculos para crianças e jovens, excursionando por mais de 150 cidades brasileiras com as peças: “O boi da cara preta”, “O leão e o ratinho”, “Os três porquinhos e lobo trapalhão”, “Era uma vez…Chapeuzinho Vermelho”, “O Mundo Mágico de Oz”, “Pinóquio”, “Romeu e Julieta” , “O Patinho Feio”, “O Rouxinol e a Rosa” , “O Pequeno Príncipe”, “Pinóquio”, “Dom Casmurro – O Julgamento” e “Memórias de Um Sargento de Milícias”.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos