Qua - 18/07
28º 16º 07:50
Guaíra - SP

Foto do prefeito sobre aniversário de Guaíra repercute negativamente nas redes sociais

Geral
Guaíra, 20 de Maio de 2016 - 08h00

Sérgio de Mello tentou comemorar o aniversário da cidade mas recebeu centenas de críticas dos guairenses, que relembraram diversos problemas do município atualmente

O prefeito Sérgio de Mello foi muito criticado após postar uma foto em sua rede social comemorando o aniversário de Guaíra brindando um caro champanhe com sua esposa, a primeira dama Selma. A publicação recebeu centenas de comentários negativos e 100 compartilhamentos de munícipes, que se indignaram com a atitude do Chefe do Executivo.

Entre as principais reclamações, os internautas destacavam a falta de eventos no dia 18 de maio, já que não houve festa do peão, desfile cívico ou qualquer obra inaugurada. Os guairenses também questionaram o prefeito se ele estava brindando a falta de medicamentos ou o sucateamento das ambulâncias e da frota de veículos, o sonho das mil casas, as falhas na iluminação pública, a falta de segurança, os buracos nas ruas, o abandono dos prédios públicos, ou a falta de incentivo ao esporte e lazer.

Sérgio ainda tentou responder na própria publicação, alegando que em breve chegará nas residências uma revista de prestação de contas de seu governo mostrando seu trabalho e “muitas conquistas”.

Ao se deparar com a revolta dos cidadãos, o prefeito resolveu fazer outra declaração, mais completa, para destacar o motivo de sua comemoração, como o índice de empregos em Guaíra e seu desenvolvimento industrial. “Guaíra foi destaque entre as que mais empregaram: 2º lugar no Estado SP (entre 645 municípios) e 8º lugar no Brasil (5.570 municípios). Em época de crise econômica e desemprego isso não é motivo para comemoração?”, afirmou em nota.

Mello também pediu desculpas para a população por sua foto com sua esposa brindando com um champanhe. “Peço desculpas a todos os que interpretaram mal e sentiram-se ofendidos com a publicação de uma simples foto, despretensiosa, brindando o aniversário de Guaíra, com uma garrafa mini de champanhe e duas pequenas taças que recebemos de brinde comercial no último natal. Reconheço que o momento foi inoportuno, pois muitos estavam chateados (eu também) pelo cancelamento da 23ª Festa do Peão por uma decisão judicial que respeitei e acatei”, declarou.

O prefeito ainda justificou que não realizou o desfile cívico para poder investir na climatização da rede de ensino. “Justifiquei a não realização do desfile para investirmos na climatização das salas de aulas das escolas municipais, pois o forte calor afeta a concentração e rendimento das crianças, influindo negativamente no seu aprendizado.”

Na publicação, Sérgio anunciou o depósito de mais de R$ 2 milhões da segunda parcela da FUNASA, para que a cidade possa retomar as obras da ETE – Estação de Tratamento de Esgotos.

E completou: “Mais uma vez, peço desculpas se fomos mal interpretados naquela foto, mas estávamos sim muito felizes, orgulhosos e esperançosos com o presente e o futuro de Guaíra. Obrigado a todos aqueles que entenderam, curtiram e tentaram amenizar os xingamentos e tratamento desrespeitoso. Ficamos tristes, mas isso faz parte da política miúda e da intolerância vivida hoje em todo o país, infelizmente.”

 

OBRAS INACABADAS

A população guairense aproveitou a publicação do prefeito Sérgio de Mello para questioná-lo sobre suas promessas, que até agora não foram cumpridas e obras que ainda não foram inauguradas, ou estão paralisadas e abandonadas há meses.

As principais delas, as “sete maravilhas” ainda não saíram do papel e, faltando menos de oito meses para o fim de seu mandato, Sérgio e seu vice Denir Ferreira sabem que é bem provável que estas propostas fiquem apenas na “gaveta”.

A sete maravilhas, que foram retratadas em material gráfico divulgado na campanha eleitoral da coligação “Juntos pela Verdade”, são obras que realmente colocariam Guaíra em um patamar de desenvolvimento nunca visto na região. Partindo da construção de 1000 moradias que resolveriam o problema habitacional, a cidade industrial, o Centro de Referência da Juventude, a Escola Técnica Federal, o Centro Municipal de Eventos, a Estação Ecológica do Guaritá, e os Quarteirões da Justiça e da Saúde, se estivessem encaminhados até o momento, as população e o prefeito teriam motivos para comemorar estes 87 anos de Guaíra.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos