Sex - 22/06
27º 15º 04:26
Guaíra - SP

Governo anuncia novos dias para a coleta seletiva de recicláveis

Agora a população terá o dia certo para colocar papéis, vidros, plásticos, papelão e metais nas lixeiras, de maneira a não coincidir com a coleta de lixo doméstico

Cidade
Guaíra, 15 de dezembro de 2017 - 14h24

A Prefeitura, por meio da Cooperativa de Trabalho de Recicladores de Guaíra (Coopergua) reorganizou os roteiros e do serviço semanal de recolhimento dos reciclados. Com datas fixas, pelo menos uma vez por semana, a população dos bairros agora saberá o dia certo para separar itens como papéis, vidros, plásticos, papelão e metais e colocá-los à disposição para coleta.

A cidade foi dividida em setores, que receberão o caminhão das 8h às 16h. O bairro do Centro terá duas coletas seletivas por semana, já que produz alta quantidade de lixo reciclável por conta de seus pontos comerciais (veja quadro abaixo).

Para alertar a população sobre a importância da reciclagem, a Cooperativa de Recicladores de Guaíra e os Agentes da Saúde estarão distribuindo panfletos com orientações e dicas para separar os materiais que podem ser coletados.

O aconselhamento se refere à separação dos recicláveis como uma questão de consciência ambiental. O ideal é separar os materiais secos dos molhados. Entre os materiais secos não são recicláveis papel higiênico, papel plastificado, de fax ou carbono, vidros planos, cerâmicas ou lâmpadas.

O secretário de agricultura, Rafael Graner, explica que essa coleta abrangerá todos os bairros da cidade. “Foi organizado de uma forma que não coincida com os dias da Coleta de lixo doméstico, facilitando a diferenciação do material reciclado e o lixo doméstico”, explica.

COOPERGUA

Este projeto de recolhimento de recicláveis é desenvolvido pelo governo municipal, em parceria com a Cooperativa de Trabalho dos Recicladores de Guaíra, que tem como atividade principal o processamento de resíduos não perigosos.

Diariamente, a Coopergua recicla latinhas de alumínio, plástico pet, pead, pp, tetra park, papel, papelão, isopores, sucatas eletrônicas, metais e reciclagem de óleo. São 7 cooperados que utilizam reciclado como fonte de trabalho e renda.

Na parceria, a administração pública cede o local – Usina de reciclagem –, equipamentos para triagem e um caminhão para a coleta.  O projeto visa a valorização de seus trabalhadores bem como a conscientização e participação popular.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos