Ter - 16/10
33º 21º 19:33
Guaíra - SP

Governo municipal anuncia projeto Trabalho Cidadão para famílias desempregadas

Os candidatos serão avaliados por critérios sociais. O programa irá disponibilizar orientação aumentando a capacidade de empregabilidade das pessoas, ampliando as chances de inserção no mercado de trabalho

Cidade
Guaíra, 20 de Janeiro de 2018 - 09h29

O diretor de Assistência e Desenvolvimento e Inclusão Social, José Reinaldo dos Santos Júnior; o prefeito José Eduardo Coscrato Lelis; a assessora de Administração de Convênios, Eliza Maria Lomonte Carvalho; e a chefe do departamento de Convênios e Proteção Especial, Erica de Paula Zampieri Nadayoshi.

O governo municipal anunciou, na tarde desta quarta-feira (17) o novo Programa Frentes Produtivas ou de Trabalho, ou “Trabalho Cidadão”, com o objetivo de proporcionar trabalho e renda às famílias em situação de desemprego e risco social, bem como controlar e erradicar criadouros, focos e o mosquito Aedes aegypti. O projeto substituirá a “Frente de Trabalho” atual.

De acordo com a prefeitura, a ação irá oferecer uma oportunidade aos desempregados, buscando a transformação e chances de inserção no mercado de trabalho, inclusão social e cidadania.

Outra mudança será em relação à contratação. Anteriormente, as contratações eram feitas de acordo com as inscrições, por ordem de chegada e os interessados madrugavam na fila. No novo formato os candidatos serão avaliados por critérios sociais.

A assessora de administração de convênios, da Diretoria de Assistência Social, Eliza Maria Lomonte Carvalho, esclarece a mudança de formato no projeto justificando que, na forma anterior, muitas famílias em situação de desemprego ficavam fora do programa por não conseguirem se cadastrar.

“A equipe de assistência social fez um estudo e verificou que pessoas em vulnerabilidade ficavam fora do programa porque não conseguiam fazer inscrições. Os interessados podem ficar tranquilos, pois não será preciso formar filas no CRAS, porque serão admitidas aquelas famílias em situação de desemprego de acordo com a avaliação das assistentes sociais”, tranquilizou.

O diretor de Assistência, Desenvolvimento e Inclusão Social, José Reinaldo dos Santos Júnior, lembra que o Trabalho Cidadão vem mais do que oferecer oportunidade de emprego, já que também propiciará aos atendidos chance de orientação e qualificação profissional. “Além da geração de trabalho e renda, o programa vai disponibilizar orientação aumentando a capacidade de empregabilidade das pessoas, ampliando as chances de inserção no mercado de trabalho”, reforçou.

Já o prefeito José Eduardo Coscrato Lelis avalia que a iniciativa promove o resgate da dignidade. “Em um momento de demanda por emprego, a nossa equipe de assistência social formulou um modelo de projeto que oferece oportunidades, agregando a capacitação profissional. Esta é a forma do poder público promover a cidadania e resgatar a dignidade”.

TRABALHO CIDADÃO

O programa, financiado pelo Fundo Municipal de Assistência Social – Assistência Comunitária, atenderá até 60 pessoas por turma, pelo período de 20 dias úteis cada, com diária de R$ 23,85, por dia de trabalho, durante 10 meses, sendo de 05 de fevereiro a 05 de dezembro de 2018.

Os participantes desenvolverão as atividades de apoio à administração pública com enfoque na limpeza de terrenos baldios, logradouros públicos, córregos e demais locais favoráveis à proliferação do mosquito Aedes aegypti, em um período em que prefeitura já vem executando diversas ações para conter a proliferação do mosquito vetor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela urbana.

Os beneficiários trabalharão quatro dias por semana, com equipamentos fornecidos pela administração pública, sendo obrigados a frequentar uma vez por semana programas de orientação qualificação, requalificação profissional.

O Executivo lembra que a participação do projeto não gera vínculo empregatício com o município.

Quem pode participar

Para participar do Trabalho Cidadão, a pessoa deve: estar em situação de desemprego, desde que não seja beneficiária do seguro-desemprego (mediante apresentação da carteira de trabalho), aposentadoria, auxílio-doença, dentre outros benefícios da Previdência Social ou BPC; ter residência de, no mínimo, dois anos em Guaíra; estar inscrita no Sistema de Assistência Social Municipal, nos CRAS; ter apenas um beneficiário por núcleo familiar; e ter faixa etária acima de 18 anos, para ambos os sexos.

INSCRIÇÕES

As inscrições do programa Trabalho Cidadão serão realizadas nos dias 25 e 26 de janeiro, das 8h às 15h, sem intervalo de almoço, no CRAS I (Avenida 21 nº 1264 – CECAP), CRAS II (Rua 21B nº 911 – Nova Guaíra) ou CRAS III (Rua 6 nº 1085 – Centro). Os interessados devem levar: Carteira de Trabalho, RG, CPF, atestado médico atestando a capacidade para exercer a função, quando mulheres grávidas ou com doenças crônicas; e contas de luz, água, telefone ou outra correspondência ou declaração que ateste a validade de residir em Guaíra no mínimo dois anos.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos