Qui - 21/06
27º 16º 07:26
Guaíra - SP

Guaíra registra 19 crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual, em 2017

O número de casos ressalta a importância da conscientização nesta semana marcada pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio)

Cidade
Guaíra, 17 de Maio de 2018 - 10h20

Érica Zampieri, chefe do Departamento de Proteção Social Especial, da Diretoria de Assistência Social, apresenta os trabalhos do CREAS

 

 

 

 

 

 

 

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) apresentou nesta semana o número de atendimentos a famílias e indivíduos que estão em situação de ameaça ou violação de seus direitos. Por consequência do Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que tem como marco o dia 18 de maio, o setor destaca a importância da conscientização e denúncia desses casos.

Somente no ano de 2017, o CREAS registrou 19 crianças e adolescentes, entre 3 e 16 anos, vítimas de abuso e exploração sexual. Os autores dos crimes foram padrastos, avós, tios, pais, vizinhos e cunhados, demonstrando que os abusadores, em sua grande maioria, estão no âmbito familiar.

A chefe do Departamento de Proteção Social Especial, da Diretoria de Assistência Social, Érica Zampieri, salientou que os números podem ser maiores, uma vez que muitos autores não são denunciados.

“É imprescindível que a sociedade denuncie os acontecimentos de abuso de crianças e adolescentes. Existem várias formas de denunciar, seja acionando o Conselho Tutelar, disque 100, ou a Polícia Militar, Polícia Civil, Promotoria da Infância e Juventude e outros setores que protejam esses jovens guairenses”, disse Érica.

Segundo ela, o CREAS tem executado o serviço de proteção e atendimento especializado. “O órgão realiza o acompanhamento desses casos, para minimizar os danos causados às vítimas e aos familiares”, ressaltou.

18 DE MAIO

Com o objetivo de mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para o engajamento contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes, 18 de maio foi estabelecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Apenas no ano de 2014 foram registradas 24.575 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes no Brasil. Desses casos, 19.165 foram de abuso e 5.410 de exploração sexual infantil. Dados como esses, divulgados pelo Disque Direitos Humanos, evidenciam como é importante combater essa realidade.

18 de maio foi escolhido porque, neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos.

Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

Em Guaíra, para registrar a importância da data, neste ano, durante o Desfile Cívico do Aniversário de Guaíra, a Diretoria de Assistência, Desenvolvimento e Inclusão Social, estará realizando um trabalho de orientação e conscientização da população, além de outras ações no decorrer do mês.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos