Qua - 18/07
28º 16º 22:53
Guaíra - SP

Guairenses podem perder tratamento da AACD por falta de apoio da prefeitura

Geral
Guaíra, 27 de Maio de 2016 - 10h07

Dra. Bia Junqueira reuniu-se com mães de atendidos pela AACD e explicou durante sessão que o governo municipal deve fazer convênio de mil reais mensais com a instituição para garantir o atendimento de 19 guairenses

A vereadora Dra. Bia Junqueira durante reunião com as mães de atendidos pela AACD de Ribeirão preto

A vereadora Dra. Bia Junqueira durante reunião com as mães de atendidos pela AACD de Ribeirão preto

A vereadora Ana Beatriz Coscrato Junqueira, a Dra. Bia Junqueira, realizou reunião com as mães de pacientes atendidos pela Associação de Assistência à Criança com Deficiência (AACD) de São José do Rio Preto (SP) nesta segunda-feira (23).

O encontro visou a possibilidade de uma parceria entre a prefeitura de Guaíra e a instituição para a garantia do atendimento de 19 pacientes guairenses. “A parceria consiste na destinação de R$ 1 mil ao mês, totalizando R$ 12 mil ao ano, valor que, na minha opinião, é o mínimo que o município pode fazer por esta entidade que atende tão bem estas famílias”, declarou a Dra. Bia.

Segundo a parlamentar, as mães informaram que o governo municipal já possui conhecimento desta solicitação da AACD, mas até o momento não se manifestou sobre o assunto.

“A AACD explicou que terá que cortar o atendimento, porque as prefeituras que não tiverem convênio não poderá atender. Segundo minha conversa com alguns médicos pediatras, é muito importante o tratamento desta instituição. O senhor prefeito deveria pelo menos responder, pois desde fevereiro não fez. Ele precisa se dispor a pagar sim para esses guairenses e para essas mães, que tanto já sofrem com todo o tratamento. Peço o apoio dos vereadores para juntos solicitarmos ao Sérgio para não perdermos o atendimento desses 19 guairenses. Porque se as crianças perderem a vaga entram em uma lista grande para voltarem ao atendimento”, destacou.

De acordo com a vereadora, além deste risco, os pacientes também sofrem com o transporte oferecido pelo governo municipal. “Vou cobrar o Poder Executivo em relação a esta reivindicação e outras reclamações referentes ao transporte destes pacientes, que precisa ser mais adequado. Às vezes a ambulância chega a levar três pessoas acamadas em um mesmo veículo, sendo que duas ficam no chão. O que eu acho um absurdo”, contou.

Por fim, a Dra. Bia Junqueira explicou a importância desta instituição para as crianças especiais. “A missão da AACD é promover a prevenção, habilitação e reabilitação de pessoas com deficiência física, especialmente de crianças, adolescentes e jovens, favorecendo a integração social. Ela oferece tratamentos específicos que não temos na cidade. Doze mil reais por ano para a nossa prefeitura não é nada, principalmente se for para nossos cidadãos especiais”, concluiu Bia.

O Jornal O Guaíra entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura para mais informações, mas até o fechamento desta edição o prefeito ainda não havia respondido aos questionamentos.

 

INDICAÇÃO CONJUNTA

Buscando apoio de todos os vereadores da Câmara Municipal, a Dra. Bia Junqueira solicitou a formulação de uma indicação conjunto, que deve ser assinada por todos os 13 vereadores e encaminhada ao prefeito municipal.

A indicação solicita que no orçamento do próximo ano a prefeitura disponibilize recursos para celebrar o convênio com a AACD e assim impedir que os 19 atendidos pela instituição venham a ser prejudicados em seus tratamentos de saúde.

Mesmo com esta solicitação, a parlamentar afirmou que nada impede que o Poder Executivo mantenha contato com a entidade para propor parcerias que visem a continuidade deste atendimento neste ano. Outra reivindicação das mães é com relação à melhoria no transporte oferecido pela prefeitura até a cidade de São José do Rio Preto.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos