Ter - 17/07
28º 15º 23:59
Guaíra - SP

Lideranças do PSDB encontram-se com Governador em Severínia

Geral
Guaíra, 21 de Maio de 2016 - 08h01

Geraldo Alckmin anunciou a construção de 14 mil casas populares em cidades que já assinaram convênio. Sem área para a construção de moradias, Guaíra deverá assinar convênio somente em junho

José Natal Pereira, Edvaldo Morais, Governador Geraldo Alckmin e Bia Junqueira

José Natal Pereira, Edvaldo Morais, Governador Geraldo Alckmin e Bia Junqueira

 

Os vereadores, Dra. Ana Beatriz Coscrato Junqueira e José Natal Pereira, juntamente com o assessor parlamentar, Edvaldo Donizete de Morais, estiveram na cidade de Severínia (SP) acompanhando a visita do Governador do Estado, Geraldo Alckmin.

Na ocasião, Alckmin fez a entrega das obras de duplicação da Rodovia Armando Sales de Oliveira, a SP-322, que recebeu investimentos de R$ 115 milhões por parte do Governo do Estado de São Paulo e que beneficiará cerca de quatro cidades da região.

Foi anunciado pelo Governador o início da construção de 14 mil casas no Estado de São Paulo. A ordem de serviço para começar a construção deverá ser assinada no dia 23, na próxima semana. Os prefeitos das cidades, que já estão com a documentação em dia e área disponível, serão convidados para assinatura da documentação para o início das obras.

Segundo Edvaldo Morais, muitas cidades já saíram na frente de Guaíra porque se anteciparam com os documentos e área. “Independente de qualquer coisa, nós do PSDB de Guaíra, o Governador e o Deputado Engler vamos continuar com a nossa parte para que estas casas da CDHU se tornem realidade”, disse.

Como Guaíra não possui local para a construção das casas, uma vez que a área adquirida pela atual administração está dentro do perímetro de uma lagoa de estabilização e possui legislação que proíbe a construção nestes locais, é bem provável que o município deverá ser convidado pelo Estado para assinar o convênio somente no mês de junho deste ano.

De acordo com José Natal Pereira, o PSDB continuará trabalhando junto ao Governo do Estado, por meio do Deputado Estadual Roberto Engler, para que casas sejam construídas no município. “É um sonho que não podemos deixar morrer”, comentou o vereador.

No contato que tiveram com o Governador, as lideranças do PSDB aproveitaram para reforçar algumas reivindicações, dentre elas, a construção de casas populares. “Para estas casas serem construídas será necessário resolver o problema das lagoas de estabilização. Cabe a nós, como vereadores, sempre fiscalizarmos a obra e cobrarmos a sua conclusão para que a área adquirida possa ser utilizada na construção de casas”, disse a vereadora Dra. Bia Junqueira.

 

OBRAS PARALISADAS

As obras para a construção da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE), para eliminar as lagoas de dejetos, estão paralisadas há alguns meses.

Porém, de acordo com declarações do prefeito, a FUNASA depositou a segunda parcela do convênio, no valor de R$ 2.010.177,13, no último dia 17 de maio, o que consequentemente irá retomar o serviço.

Somente com a ETE e a desativação das lagoas é que o município conseguirá a liberação para a construção das 232 casas através do CDHU.

Segundo informações da assessoria do deputado estadual, Roberto Engler, o município também deve ser beneficiado com subsídio oferecido pelo Governo do Estado para a aquisição da área para as casas. No caso de Guaíra, R$ 400 mil (repasse de R$ 2 mil por lote, limitado a 200 lotes) devem ser reembolsados. Outros cerca de R$ 140 mil devem ser liberados pelo Governo do Estado, quando as obras começarem, para arcar com custos de projeto das moradias.

As unidades habitacionais devem seguir o padrão da CDHU, com entre 40 e 50 metros quadrados de área útil, com sala, cozinha, banheiro, dois dormitórios, esquadrias em alumínio e aquecimento solar, entre outras características.

Algumas adequações nas redondezas do conjunto habitacional devem ser realizadas pelo município até que as casas estejam prontas. Porém, é preciso essencialmente que haja desativação das lagoas de tratamento de esgoto próximas ao futuro novo bairro.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos