Ter - 17/07
28º 15º 21:38
Guaíra - SP

Marco Pugliesi é o único a votar contra o aumento do salário do Legislativo

Geral
Guaíra, 3 de Março de 2016 - 09h24

Quase por unanimidade, parlamentares aprovam aumento do salário para o próximo mandato dos vereadores, de R$4.800,00 para R$5.500,00 e presidente da Câmara, de R$5.800,00 para R$ 6 mil

Durante a última sessão ordinária, realizada nesta terça, 01, Marco Pugliesi foi o único a votar contra o aumento de 15% no salário dos vereadores e também para o presidente da Câmara.

Pugliesi havia enviado requerimento, solicitando que os subsídios de prefeito, vice, vereadores, presidente da Câmara e secretários da próxima gestão fossem mantidos no atual valor (Prefeito – R$ 25 mil; Vice-Prefeito – R$ 7.200,00; Secretários Municipais – R$ 7 mil; Presidente da Câmara – R$ 5.800,00; Vereadores – R$ 4.800,00).

Porém, os parlamentares aprovaram o congelamento no salário do Chefe do Executivo, uma pequena diminuição nos valores do vice e dos secretários e para o Legislativo um aumento.

“Esse projeto infelizmente está aumentando o salário dos nossos futuros vereadores de Guaíra. O que está acontecendo agora é que em 2014 tivemos 7% de aumento e para prefeito foi retirado esse aumento. Para vereadores está mantendo esse aumento e hoje esse projeto está dando mais 8% de aumento para os futuros parlamentares. O que foi aprovado em 2012 para 2017 está tendo um aumento de 15% e eu não posso aceitar. Voto contra porque acho injusto um pai de família receber renda cidadã de R$ 70 reais enquanto o vereador da próxima legislatura receberá R$ 5.500,00 e o presidente da câmara passará a R$ 6 mil. Só não é maior porque ele atinge o teto da proporcionalidade de um deputado estadual, se não, teria sido maior”, desabafa Marco Pugliesi.

O presidente da Câmara, Netinho Nogueira também se posicionou, porém, a favor do aumento. “Bem lembrado que o presidente receberá R$ 6 mil pela honraria ou até os serviços prestados e que hoje o salário [de vereador] vai pra R$ 5,5 mil (…) O salário do vereador vai aumentar 500 reais para a outra legislatura, eu não vejo um grande aumento em cima do que, às vezes, o vereador possa oferecer pelo seu trabalho. Eu não voto, mas se votasse, votaria que sim, porque não vejo um aumento tão abusivo. Um aumento de 500 reais não vai justificar a gente querer abaixar o salário do vereador.”

José Mendonça relembrou que foi autor do projeto para a redução do número de parlamentares na Casa de Leis para a próxima legislatura. “Eu acho que realmente alguns vereadores não merecem porque não tem compromisso com essa casa de leis. Eu venho todos os dias, trabalho todos os dias, não sei se vou ser candidato a vereador pra a próxima legislatura. Quero lembrar que fiz um projeto de diminuir de 13 vereadores para 11 vereadores, se fizer o cálculo a câmara irá economizar e muito”.

Já Toin do Raio X justificou sua aprovação ao aumento por contribuir com a população. “Nós estamos corrigindo aquilo que ficou pra trás em 2015, subsídios. Se não me engano, vereador ganha R$ 4.300,00 líquido e eu sou vereador presente, que trabalha. Sou uma pessoa que acorda de manhã e tem família carente na porta da minha casa, que precisa de ajuda humanitária e quando chega um pai de família pedindo ajuda humanitária eu posso ajudar e eu ajudo. Meu salário, a bem dizer, fica para o povo. Porque eu acho que 4,4 mil para um vereador, que trabalha todos os dias que tem responsabilidade de fiscalizar o prefeito e honrar seus compromissos, eu acho que o salário não é alto. Porque aquela pessoa que não tem um pagamento adequado pode não honrar, pode ser um vereador corrupto, você tem que ter um salário digno e honrado e ai você faz um trabalho adequado com a sua cidade e sua população.”

O parlamentar, Dr. Cecílio José Prates também se manifestou a favor do aumento. “Vou votar a favor porque sou da seguinte maneira: ou eu recebo aquilo que a lei manda ou não recebo nada. Se quiser mudar aqui para zerar o salário do vereador eu zero, voto a favor, mas para diminuir, você vai ser cobrado do mesmo jeito. Acho que se for pra ganhar tem que ganhar aquilo que merece, de acordo com a lei. Pelo menos poderemos ser cobrado por isso”, encerrou.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos