Sex - 17/08
28º 16º 00:17
Guaíra - SP

Moradores querem que poder público invista em segurança na Mata do Taís

O calçamento construído em toda a extensão servirá para prática de caminhadas e a existência da academia com vários equipamentos será mais um atrativo

Cidade
Guaíra, 25 de julho de 2018 - 09h41

Obras de revitalização da Mata Taís estão adiantadas

 

 

 

 

 

 

 

 

Cidadãos ouvidos pela reportagem do Jornal O Guaíra elogiaram as obras realizadas pela atual administração na Mata do Taís, onde estão sendo construídos calçadas, estacionamentos, alambrados e já foi instalada uma Academia Popular para uso dos moradores da região.

O empreendimento é uma parceria entre o município e o Governo do Estado, que liberou recursos de R$ 250 mil por meio de atuação do Deputado Estadual Roberto Engler.

Uma moradora destacou que a iniciativa traz um novo aspecto para o bairro e uma opção de lazer para os locais. “Há muitos anos aguardávamos esta obra, que além de trazer lazer, irá valorizar a região onde moramos”, contou.

O calçamento construído em toda a extensão da mata servirá para prática de caminhadas e a existência da academia com vários equipamentos será mais um atrativo. Mas, por traz desta realidade, existe também a preocupação dos munícipes.

Um guairense apontou que a construção é importante “porque trará qualidade de vida aos cidadãos”, mas será preciso que o poder público faça investimentos em segurança para “evitar que o espaço seja tomado por usuários de drogas e traficantes”.

Os vizinhos querem que a prefeitura, após a conclusão do empreendimento, não esqueça do patrimônio construído. “Na minha opinião, terá que ter segurança, ronda policial e até mesmo um guarda, para evitar que o espaço seja tomado por usuários de entorpecentes. Se isto acontecer, o cidadão de bem não vai querer usar”, afirmou outro.

Segundo informações colhidas durante visita ao local, a mata, antes de ser fechada com alambrado, já era utilizada por pessoas que escondiam objetos furtados e até mesmo substâncias ilícitas.

Assim, os moradores querem que o espaço seja um atrativo para socialização das famílias da região e não mais um ponto de venda e consumo de drogas. “Se o poder público se fizer presente, este pessoal não irá atrapalhar nosso lazer e segurança”, acrescentou.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos