Qui - 20/09
31º 19º 01:04
Guaíra - SP

Plano de Ajuda Mútua em Emergências (PAME) pode ganhar reforço do helicóptero Águia da PM

Geral
Guaíra, 10 de setembro de 2017 - 11h02

Formado pelas usinas Colorado, Guaíra e Alta Mogiana em conjunto com a Corporação Militar do Estado de São Paulo e Sindicatos Rurais, o PAME faz a vigilância da área agrícola da região

Várias áreas de plantio de cana região de Guaíra sofreram nos últimos dias com incêndios criminosos, que comprometeram a qualidade do ar, colocaram em risco motoristas que trafegavam na rodovia, causaram prejuízos e danos ao meio ambiente. O incêndio intencional é tipificado como crime, de acordo com o Artigo 250 do Código Penal.

Há quase uma década, toda a cana-de-açúcar que é processada pelas usinas sucroenergéticas da região de Guaíra é colhida crua, sem o emprego do fogo. Mais do que isso, as empresas do setor empreendem uma verdadeira cruzada de vigilância para evitar a propagação do fogo criminoso pelas lavouras.

Em conjunto com a Corporação Militar do Estado de São Paulo e Sindicatos Rurais, as Usinas Colorado, Guaíra e Alta Mogiana criaram em 2011 o Plano de Ajuda Mútua em Emergências – PAME, que articula as ações de prevenção e combate à prática do incêndio criminoso. Recentemente, após a repercussão e consequências graves das queimadas criminosas na região, foi solicitado que o helicóptero Águia da Polícia Militar faça parte das investigações criminais de incêndios nas lavouras. A adesão ainda não está formalizada, mas visa contribuir de forma extremamente positiva no combate e solução de crimes de incêndio.

O trabalho do PAME consiste na vigilância constante da área agrícola da região, com foco principal em incêndios, por meio de ferramentas sofisticadas. O PAME evoluiu, estruturou e organizou ações para a prevenção, fiscalização e combate a incêndios. Esta evolução conta com o aprimoramento nas ações, uso de produtos para minimizar os efeitos dos incêndios denominado LGE, câmeras de alta performance com alcance de até 30 km, monitoramento 24 horas, além de viaturas de rondas na área rural.

O principal objetivo do PAME é proteger a vida humana. Por isso, treina e mantém uma equipe de colaboradores capacitados nas usinas sucroenergéticas da região. São mais de 450 colaboradores recrutados nas três usinas que atuam como brigadistas do Plano, capacitados e munidos de equipamentos de comunicação, prevenção e combate aos incêndios em quaisquer circunstâncias.

Assim, o PAME treina esses colaboradores para que estejam preparados a fim de atuarem de maneira organizada em ocorrências de sinistros, visando a prevenção e combate a incêndios, protegendo a vida, comunidade e patrimônio.

Além de recursos humanos, o PAME também mobiliza veículos e equipamentos das Usinas, reunindo 106 caminhões bombeiros para o combate a incêndios na região; contando com o trabalho efetivo e eficaz da Corporação da Polícia Militar do Estado de São Paulo, com destaque para a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental, Policia Rodoviária, Defesa Civil do Estado de São Paulo; e o apoio dos Sindicatos Rurais e Casas da Agricultura da região.

As ações criminosas prejudicando sobremaneira a comunidade, meio ambiente e agricultores foram amplamente divulgadas nos últimos dias e cabem à justiça, mas ações como lançar guimbas de cigarro, limpar quintais com uso do fogo, atear fogo às margens das estradas, manter redes elétricas no meio rural sem conservação, lançar vidros e latas que potencializam a incidência de raios solares na área da plantação, soltar balões ou provocar acidentes com máquinas agrícolas, estão  relacionadas à conscientização da população. Por isto é importante, o poder público conjuntamente com a sociedade organizada, e através das escolas e entidades beneficentes do município, fazer este trabalho. O princípio é orientação, conscientização, educação e denúncia.

PAME (Plano de Auxílio Mutuo em Emergência)

Telefones para Emergências.

(17) 3330-3444. (17) 3331-9193 – (16) 3810-1345.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos