Sex - 21/09
30º 18º 14:30
Guaíra - SP

Polícia Civil identifica suspeitos de roubo na loja J.Joias Premium

Trabalho investigativo realizado pela equipe comandada pelo Delegado de Polícia Dr. Evandro Abraão Nacle identificou quatro homens que praticaram o crime. Três estão presos e um encontra-se foragido da polícia

Policial
Guaíra, 1 de Fevereiro de 2018 - 09h41

Trabalho da Polícia Civil identificou autores de roubo em loja região central de Guaíra

A Polícia Civil confirmou nesta semana que foram identificados quatro homens que praticaram o roubo na loja J.Joias Premium, ocorrido em outubro do ano passado. Na ocasião, os assaltantes utilizaram a noiva do proprietário Gustavo Barrachi para ter acesso ao estabelecimento e, assim, efetuar o crime. Eles levaram todo o ouro que estava no local e deixaram a para trás dinheiro, perfumes, acessórios e semijoias. Na fuga, os bandidos ainda pegaram a jovem como refém, a fizeram a dirigir o veículo e a levaram para Ribeirão Preto.

O trabalho de investigação da equipe de policiais civis comandados pelo Delegado de Polícia Dr. Evandro Abraão Nacle foi minucioso e bastante eficiente para esclarecer o caso. Foi realizado levantamento de filmagens de câmeras de segurança de locais próximos à ocorrência que resultaram na identificação do veículo usado pelos criminosos.

Com a identificação do carro, foi encontrado o proprietário e quem teria utilizado o automóvel naquela data. Os policias também tiveram acesso às filmagens do pedágio, no horário de passagem dos ladrões. Com os nomes dos acusados, fotos foram disponibilizadas, sendo os quatro indivíduos identificados como suspeitos e reconhecidos como autores do roubo.

A Polícia Civil deverá solicitar quebra do sigilo telefônico para identificar outros envolvidos no crime e os três acusados que estão presos deverão prestar depoimentos. O inquérito policial está em fase de conclusão e a expectativa é que o mesmo seja concluído até o final do mês de fevereiro. Mesmo não tendo recuperado os produtos levados pelos ladrões, o esclarecimento e identificação dos criminosos é um passo importante no combate a roubos no município.

O CRIME

De acordo com declarações do próprio empresário Gustavo Barrachi, por volta das 17h30 do dia 19 de outubro de 2017, os assaltantes invadiram a casa de sua companheira e fizeram a sogra e o cunhado como reféns, aguardando a chegada da moça. Após fechar a loja e se deslocar até sua residência, ela foi rendida e ameaçada para que levasse os indivíduos até o estabelecimento comercial, onde ocorreu o roubo. Os ladrões esperaram Gustavo sair da loja, entraram e efetuaram o roubo. Depois, ainda obrigaram a jovem a dirigir até Ribeirão Preto.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Policial
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos