Ter - 17/07
28º 15º 00:03
Guaíra - SP

População cobra governo municipal por melhorias na Praça São Sebastião

Geral
Guaíra, 11 de Maio de 2016 - 08h02

O Lago Japonês e a fonte estão desativados e objetos que enfeitam o jardim estão quebrados e depredados. Departamento de Obras afirmou que será realizada uma revisão no local na próxima semana

 

Munícipes cobram mais atenção da prefeitura com os pontos turísticos da cidade (Foto: Jorge Cruz)

Munícipes cobram mais atenção da prefeitura com os pontos turísticos da cidade (Foto: Jorge Cruz)

 

 

ANTES: Lago Japonês recebia turistas e munícipes, inclusive era cenário para fotografias de casais

ANTES: Lago Japonês recebia turistas e munícipes, inclusive era cenário para fotografias de casais

 

DEPOIS: O Lago Japonês da Praça São Sebastião está desativado desde fevereiro.

DEPOIS: O Lago Japonês da Praça São Sebastião está desativado desde fevereiro.

 

A Praça São Sebastião voltou a ser tema de discussão entre a população guairense. O local, que costumava receber turistas e munícipes, inclusive era escolha para fotografias de casais, está totalmente abandonado.

Além da fonte, que não funciona há anos, e dos enfeites do Jardim, quebrados e velhos, os munícipes lamentam a desativação do Lago Japonês, que teve seus peixes retirados em fevereiro deste ano para manutenção de um vazamento, mas até agora nada foi feito.

Porém, de acordo com o Secretário de Obras e Infraestrutura, José Eduardo Mieli, os animais foram transferidos para o Lago Maracá e apenas agora a prefeitura licitou uma empresa para reformar locais públicos. “O Lago está com um vazamento e isolamos para não ter problema e matar os peixes. Eles foram transferidos para o lago Maracá e vamos iniciar, agora que a prefeitura contratou a empresa, as obras de conservação dos próprios públicos”, declarou.

Ao ser questionado sobre o restante da praça, Mieli destacou que na semana que vem o departamento fará uma revisão no local para que a empresa licitada faça os reparos. Os munícipes também cobram a reativação da fonte, que costumava ser ligada em eventos e datas comemorativas, o que inspirava cidadãos a frequentarem a região.

Em fevereiro, após denúncia de moradores, e repercussão neste veículo, à respeito do grande desperdício de água no pequeno lago da praça São Sebastião – a torneira ficava ligada 24h por dia – a prefeitura esvaziou o tanque e repassou os peixes para outro local.

Segundo a Chefe do Departamento de Serviços Urbanos, Patrícia Gonçalves, a desativação do local foi necessária pois o vazamento estava intenso, o que iria prejudicar a oxigenação dos peixes. “Tivemos que fazer este serviço antes ou os animais morreriam. Somente agora o governo conseguiu contratar a empresa para fazer a manutenção nos próprios públicos, mas neste momento a firma está fazendo reparos no recinto da festa do peão. Acredito que em breve outros locais receberão a devida reforma”, explica.

A população questiona Sérgio de Mello sobre a restauração dos pontos turísticos da cidade, já que o prefeito quer incluir Guaíra no MIT (Município de Interesse Turístico) – inclusive está realizando a Festa do Peão com este propósito – mas os próprios públicos estão abandonados e depredados, necessitando de reformas urgentes. Alguns exemplos são: estádio municipal, balneário, praças, quadras e centros comunitários, entre outros.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos