Warning: file_get_contents(http://bebopcomunicacao.com.br/clima/clima.php): failed to open stream: Connection refused in /var/www/html/oguaira.com.br/web/wp-content/themes/oguaira2.0/header.php on line 80

População critica a retirada de árvores da Avenida Neca Santana

Guairenses utilizaram as redes sociais para lamentar o ocorrido e cobrar da gestão outras atitudes de preservação ao meio ambiente

Cidade
Guaíra, 22 de Abril de 2018 - 10h37

 

 

 

 

 

 

 

Nesta última semana, moradores e internautas criticaram a atitude do governo municipal de retirar diversas árvores frutíferas da Avenida Neca Santana, que, segundo a prefeitura, foi feito como “medida de segurança”.

Guairenses utilizaram as redes sociais para lamentar o ocorrido e cobrar da gestão outras atitudes de preservação ao meio ambiente.

Segundo o departamento de comunicação da atual administração, as árvores “foram plantadas erroneamente na via pública, pois, por serem de grande porte atrapalhavam o trafego e a iluminação pública, além de serem atrativas para as crianças – que subiam nas árvores – correndo risco de caírem e se machucarem”.

Além disso, para o plantio de espécimes na área urbana, é necessário seguir as normas do município. “Guaíra tem uma legislação específica de arborização, que está disponível no site da prefeitura www.guaira.sp.gov.br, basta acessar o botão cidadão e clicar na Cartilha de Arborização, que contém todas as normas para o plantio de árvores. O munícipe pode realizar o plantio na calçada de sua residência. As mudas podem retiradas na sede Secretaria de Agricultura”, afirma.

O Grupo Verdejando foi procurado pela redação do Jornal O Guaíra e destacou que a prefeitura está seguindo a lei, mas questionou se o governo irá replantar as árvores adequadas naquele local, como maneira de “recompensar” pelo que foi retirado.

O presidente do CONDEMA (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Guaíra), Devair Queiroz, também apoiou a atitude da atual gestão, mas acrescentou que há a necessidade de se investir mais na educação ambiental, para que a população possa acompanhar as normas corretas e fazer o plantio de espécimes adequadas. “É um triste procedimento adotado pela prefeitura, mas está correto. Quando a população local fez o plantio de árvores frutíferas por ali, pensando nos inúmeros benefícios que essas trazem, o que muitos não conhecem é um lado ruim dessa atitude. Sabemos que são caraterísticas dessas espécies possuírem uma copa muito baixa, um troco muito bem ramificado, que impede os pedestres de utilizarem as calçadas. Além disso, os locais ficam escuros, principalmente no período noturno”, aponta Devair, complementando: “Precisamos respeitar, em primeiro lugar, a lei orgânica do município antes de sairmos plantando qualquer espécime. Para mim, o erro da prefeitura de realizar esse corte foi pela falta de comunicação. Ela poderia ter avisado anteriormente do ocorrido. Projetos ambientais devem ser levados mais a sério. O CONDEMA sempre está disponível para implantar esses projetos em busca de melhorias ambientais.”

Interessados em obter mudas através do governo, podem retirar a de seu interesse (Oiti, Pata de Vaca, Ipê Amarelo, Ipê Branco, Jambo e Magnólia) na Secretaria de Meio Ambiente, localizada na saída do Vivendas do Bom Jardim, Anel Viário Julio Robim (antigo matadouro), que fica aberta diariamente das 8h às 11h e das 13h às 16h. Para mais informações ligue 3331-2799.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos