Sáb - 17/11
31º 22º 09:23
Guaíra - SP

Prefeitura abre licitação para concluir obras da Estação de Tratamento de Esgoto

Empreendimento, que conta com recursos da FUNASA, é essencial para projeto de construção de casas populares. Paralisado desde 2017, sua retomada dependerá da licitação que acontece em agosto

Cidade
Guaíra, 25 de julho de 2018 - 09h42

As obras de construção de emissários e da Estação de Tratamento de Esgoto estão paralisadas e podem ser retomadas neste segundo semestre

 

 

 

 

 

 

 

 

Burocracia, problemas com proprietários de áreas por onde passaram os emissários e até falência de empresa prestadora de serviço foram algumas das dificuldades enfrentadas pelo poder público municipal para concluir a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

Considerada uma das mais importantes na área de saneamento básico do município, a obra foi iniciada na gestão anterior e conta com recursos liberados pela Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), órgão do Governo Federal, que trata diretamente deste setor.

A ETE irá eliminar as três lagoas de estabilização localizadas no município. Todo esgoto será levado para a Estação por meio dos emissários já instalados em duas regiões (Matadouro – Santa Quitéria e Lagoa do Fogão – Santa Quitéria). O tratamento, que é considerado de última geração, colocará Guaíra como referência nesta área de saneamento.

A continuidade do empreendimento dependia de liberação da FUNASA. Em visita técnica ao município, o Superintendente da Fundação, Ricardo Gomes, se colocou à disposição para vencer os entraves burocráticos para a conclusão da construção. Depois disto, o poder público agilizou documentações e agora prepara a contratação de uma nova empresa.

A prefeitura abriu o processo licitatório de Concorrência Pública, do tipo menor preço global, que será realizado às 10h30, do dia 20 de agosto deste ano, no Departamento de Compras, localizado no Paço Municipal “Messias Cândido Faleiros”.

O Objetivo é encontrar uma empresa especializada de engenharia para execução de obras do remanescente da construção de emissários e estação de tratamento de efluentes mediante o regime de empreitada, com fornecimento de materiais, mão-de-obra e equipamentos necessários, conforme projeto básico, demonstrativo orçamentário estimado em planilha preços, cronograma físico financeiro, memorial descritivo e memorial de cálculo das obras.

As despesas decorrentes do objeto da presente licitação correrão por conta do Termo de Convênio celebrado entre o município e a União através da FUNASA, um total de R$ 2.046.205,41. A prefeitura ainda entrará com uma verba de contrapartida disponível no valor de R$ 232.856,44.

No próprio Edital da licitação, a atual administração alerta as empresas para que tomem ciência das condições e situações em que o empreendimento foi deixado para que sejam elaboradas propostas condizentes com a sua realidade financeira. Com o recurso todo disponível não haverá o risco de atraso de repasse gerando dispêndio de caixa e/ou paralisações desnecessárias.

O QUE FALTA PARA CONCLUIR A OBRA DA ETE

Emissário Fogão – Santa Quitéria:

– Execução de remanescente de tubulação de concreto;

– Término do Sifão Invertido da Estrada da Mata.

Emissário Matadouro – Santa Quitéria:

– Execução do remanescente da linha de recalque;

– Término da Estação Elevatória;

– Urbanização, Instalações elétricas e mecânicas.

ETE Santa Quitéria:

– Término das obras civis de 2 reatores anaeróbios;

– Instalação das lonas e geomembranas em todos os reatores anaeróbios;

– Instalações das tubulações dos reatores anaeróbios;

– Instalação do sistema de Captação e queima de biogás;

– Término da Estação Elevatória de Líquidos drenados;

– Término da caixa de distribuição de fluxo;

– Urbanização, Instalações elétricas e mecânicas.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos