Qui - 15/11
30º 21º 09:20
Guaíra - SP

Prefeitura dispensa médicos e paralisa transporte de pacientes ao HC de Ribeirão

Geral
Guaíra, 6 de novembro de 2016 - 07h52

Sérgio de Mello e Denir Ferreira estão terminando sua gestão com sérias consequências aos cidadãos guairenses. Falta de pagamento de salários e horas extras prejudicam o atendimento público no setor de saúde

Guairenses perderam diversos médicos especialistas que atendiam no Ambulatório da cidade. Foto: Ernani Carreira

Guairenses perderam diversos médicos especialistas que atendiam no Ambulatório da cidade. Foto: Ernani Carreira

Como se não bastasse todos os problemas anunciados pela Santa Casa de Misericórdia de Guaíra, nesta última semana, a prefeitura acaba de dispensar diversos médicos, que atendem as especialidades do Ambulatório e Pronto Socorro, e paralisar as viagens do ônibus que transporta pacientes até o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.

As informações são de funcionários, que não quiseram se identificar para não sofrerem represálias. Eles disseram à redação do jornal O Guaíra que no final desta última semana, pacientes que se deslocaram até o ambulatório, para marcarem consultas com especialistas, já receberam a má notícia. O atendimento ficará apenas para urgência e emergência.

Segundo vereadores, o prefeito Sérgio de Mello está demitindo alguns profissionais pela falta de verbas neste final de mandato. Ainda foi informado que os cidadãos terão dificuldades para marcar estas consultas com certa urgência nos AME’s (Ambulatório Médico de Especialidades), porque a prefeitura perdeu o prazo para os agendamentos.

Em contato com sua assessoria de comunicação, o governo municipal disse que estas demissões “são ajustes no quadro de pessoal que não é concursado”. A prefeitura também foi questionada sobre as medidas que os guairenses devem tomar a partir de agora se quiserem agendar consultas, entretanto, nada foi declarado.

SEM ÔNIBUS

Como se não bastasse a falta de médicos especialistas, o ônibus que transporta pacientes ao Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto também está paralisado.

As informações dos funcionários que atuam no setor são de que o governo municipal não acertou as horas extras dos motoristas, que tiveram de parar o transporte.

Com isso, guairenses, que necessitam fazer tratamentos, exames e consultas em Ribeirão, não podem mais contar com o suporte do prefeito Sérgio de Mello e devem procurar outros meios para se deslocarem ao hospital.

Em contato com a prefeitura, foi enviada apenas uma nota informando que “o que está ocorrendo no Setor de Transportes da Saúde são ajustes quanto ao transporte dos pacientes.”



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos