Ter - 17/07
28º 15º 10:38
Guaíra - SP

Segunda fase da Fuvest 2018 será aplicada amanhã

No primeiro dia da segunda fase, os candidatos precisam levar uma foto 3×4 recente, com ou sem data, documento original de identidade com foto e caneta esferográfica azul ou preta

Geral
Guaíra, 6 de Janeiro de 2018 - 09h30

Começa amanhã (7) a segunda fase da Fuvest 2018, o vestibular que seleciona candidatos para vagas de graduação na Universidade de São Paulo (USP). Os candidatos farão provas com questões dissertativas em três dias consecutivos, até a terça-feira (9).

Em todos os dias, os portões serão abertos às 12h30 e fechados às 13h, quando a prova terá início. A duração de cada uma é de quatro horas e os candidatos precisam ficar dentro da sala de provas até pelo menos as 15h. No primeiro dia da segunda fase, os candidatos precisam levar uma foto 3×4 recente, com ou sem data.

Neste domingo, a Fuvest aplica as provas de português, incluindo conteúdos de compreensão e interpretação de textos, gramática e literatura; e redação, cada uma valendo um total de 50 pontos.

O que é obrigatório levar: foto 3×4 recente (com ou sem data); documento original de identidade com foto; caneta esferográfica azul ou preta. Pode levar, mas não é obrigatório: lápis ou lapiseira, apontador, borracha, régua, compasso e comida (água e alimentos leves). Está proibido levar: aparelhos celulares, qualquer tipo de equipamento eletrônico e relógio.

Assim como no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a redação da Fuvest também segue o modelo dissertativo-argumentativo. Segundo o Manual da Fuvest, a banca examinadora “espera que o candidato, visando sustentar um ponto de vista sobre o tema, demonstre capacidade de mobilizar conhecimentos e opiniões; argumentar de forma coerente e pertinente; articular eficientemente as partes do texto e expressar-se de modo claro, correto e adequado”.

Três quesitos avaliados

Cada prova de redação vai ser corrigida por pelo menos dois examinadores. Para definir a nota, eles levam em consideração três quesitos:

– Desenvolvimento do tema e organização do texto: Neste quesito, os examinadores avaliam se o texto segue o estilo dissertativo-argumentativo e se o candidato foi capaz “de ler e de relacionar adequadamente as ideias e informações do textos que a integram”. Além disso, os estudantes precisam mostrar a “pertinência das informações” e “capacidade crítico-argumentativa”.

– Coerência dos argumentos e articulação das partes do texto: Os avaliadores também darão nota às redações com base na “correta articulação das palavras, frases e parágrafos” do texto, além da coerência das opiniões expressas pelos candidatos.

– Correção gramatical e adequação vocabular: Para garantir uma nota alta, os candidatos precisam mostrar que dominam a norma-padrão escrita da língua portuguesa e demonstrar clareza na expressão de suas ideias.

Cálculo da nota

Cada um dos três quesitos pode render ao candidato uma nota que varia entre 1 e 5 pontos. Se as notas dos dois avaliadores em cada quesito tiver até 1 ponto de divergência, valerá a nota média entre as duas. Caso a discrepância seja maior, um terceiro avaliador vai corrigir a prova e decidir a pontuação em cada um dos três quesitos. Porém, eles têm peso diferente na nota final. O quesito “Desenvolvimento do tema e organização do texto” tem peso quatro, enquanto os demais têm peso três. Para chegar à pontuação final, os pontos são multiplicados pelo peso de cada quesito, e a nota varia entre no mínimo 10 e no máximo 50 pontos.

Motivos para nota zero

De acordo com o Manual da Fuvest, os candidatos receberão nota zero se deixarem a redação em branco, se fugiram ao tema, desenvolvendo no texto um assunto “diverso do que foi solicitado”, se não cumprirem com o tamanho mínimo exigido no enunciado ou se apresentarem desenhos e outros tipos de elementos visuais ou verbais “não relacionados com o tema da redação. (G1)


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos