Sex - 19/10
29º 22º 18:42
Guaíra - SP

Vereador afirma que Guaíra pode perder posto de atendimento do Alistamento Militar

Geral
Guaíra, 14 de Maio de 2016 - 08h03

O secretário da Junta de Serviço Militar de Guaíra explicou que há sim uma chance remota de que o município perca o posto caso não haja a regularização do cargo 

Junta Militar de Guaíra está localizada em uma das salas do Centro Social Urbano

Junta Militar de Guaíra está localizada em uma das salas do Centro Social Urbano

 

Durante a última sessão ordinária da Câmara Municipal, realizada na noite de terça-feira (10), o vereador José Natal Pereira declarou que Guaíra pode perder o posto de atendimento do Alistamento Militar caso o prefeito Sérgio de Mello não regularize a situação da reformulação dos cargos do município.

“Temos  um cargo da Junta Militar e ele foi extinto. Nós estamos correndo o risco de perder a Junta em Guaíra porque as informações que eu tenho é que se a cidade não estiver regularizada vai perder”, destacou Natal.

O parlamentar ainda informou que se o município perder o posto, os jovens guairenses terão de se deslocar até a cidade de Jundiaí para fazer o alistamento e a documentação. “Aí o prefeito vai ter que dar carro pra levar os jovens para se alistarem. Essas são as informações. Está em tempo ainda de arrumar a criação desse cargo porque tem gente responsável que trabalha lá”, afirmou. “Espero que não aconteça isso, estamos dando um alerta; está na hora de dominar essa área para não perdermos essa junta, porque se não seria uma vergonha”, completou.

Em contato com o secretário da Junta de Serviço Militar de Guaíra, João Luiz Antonelli explicou que há sim uma chance remota de que o município perca o posto caso não haja essa regularização. “Com essa reformulação do plano de carreira, por causa de nomenclatura, foi extinto o meu cargo. Apesar de eu ter autorização do Ministério da Defesa para assinar documentos, preciso que a prefeitura reveja estas nomeações para continuar no posto. Mesmo com este problema, mesmo exonerado, continuo atendendo normalmente na Junta”, ressaltou o secretário, que trabalha desde 1992 no posto do município.

João Luiz destacou que alguns postos serão extintos até 2018 conforme declarações do Ministério da Defesa, e que as juntas que estiverem irregulares entrarão nesta lista. “Nosso posto é muito bem visto pelo trabalho executado. Inclusive já recebemos até prêmios de qualidade de atendimento. Mas, se a prefeitura não regularizar essa designação de funcionários, podemos ter a Junta da cidade suspensa ou até mesmo fechada”, concluiu.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos