Sex - 17/08
28º 16º 14:34
Guaíra - SP

Vereador diz que irá buscar uma faculdade presencial para Guaíra

Geral
Guaíra, 21 de outubro de 2016 - 07h34

Dr. Cecílio declarou que manterá sua postura para conquistar este benefício à cidade e que está em contato com a futura gestão para que o projeto seja concretizado

Durante a última sessão ordinária da Câmara Municipal, realizada na noite de 11 de outubro, o vereador Dr. Cecílio José Prates declarou, durante seu pronunciamento, que irá buscar a concretização de uma faculdade presencial para Guaíra.

O parlamentar lembrou que utilizou este assunto durante sua campanha eleitoral e que irá manter sua postura para conquistar este benefício ao município. “Eu disse que voltaria a me embrenhar no assunto da faculdade presencial. O assunto já está sendo tratado com o devido rigor e o devido respeito”, destacou.

De acordo com Dr. Cecílio, ele já realizou reunião com o prefeito eleito, José Eduardo Coscrato Lelis, e com o seu vice Renato Moreira. “Já conversei com os eleitos e coloquei eles em contato com o gestor da faculdade, que seria implantada em Guaíra, mas que não foi, cujo motivo não entendi até hoje. Vamos ver se conseguimos terminar esse projeto. Se eu não conseguir, espero que os outros munícipes, outros vereadores e outros cidadãos tentem também, para que eu não fique sozinho com esse fardo pesado. Mas, se Deus quiser, nós vamos conseguir. O caminho já está sendo percorrido”, explicou.

O parlamentar se referiu à futura Faculdade de Guaíra, que seria instalada no antigo prédio da Incubadora de empresas, doado à empresa Kheiron Educacional na gestão passada, mas que até hoje não foi entregue para instalação do polo educacional. “Não consigo entender o que passa na cabeça de um administrador que atravanca um projeto desta grandeza. Guaíra perdeu muito nestes últimos anos”, disse Cecílio.

 

PRÓXIMOS ANOS

O vereador também se pronunciou sobre o resultados das urnas no dia 02 de outubro e os compromissos de José Eduardo e Renato Moreira. “A responsabilidade deles depois, desse pleito eleitoral, triplicou. Talvez, essa votação expressiva arrasadora seja fruto do descontentamento das pessoas com o que vem acontecendo nos últimos 15 anos na nossa política, na nossa administração”, comentou.

“José Eduardo, se Deus quiser, tomará posse no dia 1º de janeiro de 2017 e a sua responsabilidade irá quadruplicar. Espero que o senhor se atente aos anseios da população e consiga administrar de uma maneira coesa, fazendo uma auditoria dentro da prefeitura nesse período de transição e mostrando à população o que é que o senhor está recebendo na mão. É preciso mostrar o que está recebendo para ver o que vai ter que fazer”, esclareceu.

Apesar de ser da base aliada do futuro prefeito, o vereador disse que será apartidário. “O processo eleitoral encerrou no dia da eleição. Daqui para frente seremos apartidários. Não sou oposição, muito menos situação, vou manter a minha postura de frente.”

 

HERANÇA

Com relação aos problemas que ficarão para a próxima administração, Cecílio foi enfático: “Realmente nossa gestão não está indo bem, acho que tem que dar um basta em tudo, de Santa Casa à secretaria de saúde, Sogube e tudo mais. Começar tudo de novo. Se deixar do jeito que está, não vai ter jeito.”

Uma das mudanças, segundo ele, é a diminuição dos cargos em comissão. “Espero que o número de cargos comissionados seja reduzido para o mínimo possível e que os funcionários públicos concursados de carreira tenham a oportunidade de ajudar na administração fazendo-se economia no município para que possa sobrar para investir. Porque o município que gasta mais de 50% com salários, mais de 25% de com saúde, mais de 25% com educação, acabou o dinheiro, não vai conseguir investir nada.”

De acordo com o parlamentar, o melhor seria uma auditoria nos setores da prefeitura, antes que o próximo prefeito assuma em 2017. “Eu disse que iria ficar uma dívida, e vai ficar. E não vai ser pequena não. É necessário uma auditoria. Acredito que teremos que fazer uma comissão de investigação nos próprios públicos, principalmente no prédio doado para a faculdade, no Balneário, nos postos de saúde, enfim, em vários setores”, afirmou Dr. Cecílio.

“Acredito que não vai dar tempo de fazer nesse final de mandato, mas, se tiver jeito, tem que começar (a comissão de investigação), porque acabou a festa da democracia, que é a eleição, mas o mandato continua até dezembro e três meses dá pra fazer muita coisa de bom ou para acabar de arrebentar o resto”, finalizou.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos