Sex - 19/10
29º 22º 18:32
Guaíra - SP

Vereador e munícipes cobram prefeitura sobre contaminação do Ribeirão do Jardim

Em novembro, Jorge Domingo enviou indicação à prefeitura solicitando uma regularização do Poço de Visita, localizado entre as avenidas 5-A e Leozinho Dias Campos, no Bairro Vivendas

Cidade
Guaíra, 10 de Janeiro de 2018 - 11h01

Nesta semana, uma postagem nas redes sociais reacendeu as discussões de um problema que persiste e que tem prejudicado o Ribeirão do Jardim, principal fonte de abastecimento de água potável ao município guairense.

As fotos de um morador da região mostram que muito esgoto doméstico tem caído nas águas limpas do rio, pois um Poço de Visita, localizado entre a Avenida 5-A e Avenida Leozinho Dias Campos, no Bairro Vivendas, está transbordando, causando uma possível contaminação na região.

A situação não é recente, já que munícipes chegaram a pedir providências ao governo anteriormente, que, na época, solucionou a questão colocando uma tampa na área.

Em 27 de novembro de 2017, o então presidente da Câmara Municipal, o vereador Jorge Domingos Talarico, enviou uma indicação ao prefeito José Eduardo solicitando a regularização do “Poço de Visita”, pois o mesmo continuou apresentando diversos problemas, incluindo capacidade de vasão inadequada e vazamento do esgoto local.

“Recentes acontecimentos no local evidenciam vários problemas sanitários e de saúde pública, com especial destaque para os vazamento do esgoto, que se tornam recorrentes em época de chuvas. Tal poço se encontra na calçada e caracteriza uma câmara visitável através de abertura existente em sua parte superior destinada à execução de trabalhos de manutenção e inspeção”, afirmou Jorge através do documento.
Em sua rede social, o parlamentar mostrou-se “impaciente” e pediu soluções. “Fiz uma indicação depois de ser procurado por moradores em 27/ 11/ 2017 para o prefeito municipal oficializar o DEAGUA para que resolva o problema. A exemplo dos moradores eu também estou aguardando que seja resolvido!”, finalizou.
Agora, os cidadãos lamentam que não podem caminhar no calçadão do bairro e que o cheiro de esgoto está “insuportável” na região.

Enxurrada
Além da vasão do Poço de Visita, os moradores também estão questionando a prefeitura sobre as enxurradas que atrapalham o trânsito de pedestres e motoristas nas Avenidas 7, 9 e 11, além das ruas 8, 10 e 12.

O problema de drenagem urbana em Guaíra é velho conhecido dos moradores que, com o aumento das chuvas, reclamam da situação de algumas vias públicas que ficam intransitáveis. Um exemplo é a Avenida 9, antiga reclamação dos moradores da região, que fica parecendo um verdadeiro “rio” sempre que chove. “Não tinha condições nem de entrar em casa! Estamos pagando impostos como qualquer outro morador de outra região, mas sofremos com esse problema há anos. Entra e sai gestão e a situação continua a mesma. Queremos um retorno das autoridades públicas”, desabafou uma munícipe ao postar um vídeo do local.

Lixo nas ruas
Há alguns dias o DEAGUA fez a limpeza de todos os bueiros da cidade e constatou que a quantidade de lixo descartada inadequadamente é um agravante no entupimento dos bueiros. É um problema antigo que vem se agravando com o crescimento da cidade e a falta de consciência da população, que precisa aprender a não jogar lixo nas ruas, pois todo lixo das calçadas e asfalto acabam escoando para os bueiros quando chove.

“Podemos cobrar das autoridades uma solução no que diz respeito à infraestrutura, mas precisamos refletir sobre a nossa conduta enquanto cidadãos, pois precisamos nos conscientizar e não jogar lixo nas vias públicas e terrenos vazios”, ponderou outra guairense moradora da avenida 9.

O Jornal O Guaíra questionou o governo municipal que, após reunião com a área responsável no final da tarde de ontem, ficou de se posicionar a respeito do assunto na próxima edição desta folha.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos